Irmão de acusado de estupro de vulnerável, é detido por tentar impedir denuncia e o trabalho do conselho tutelar em Ribeirão Claro.

0

A equipe do Conselho Tutelar de Ribeirão Claro, foi acionada a atender uma ocorrência de estupro de vulnerável, onde a denuncia dava conta que em um churrasco de família, um dos parentes teria molestado uma criança de 11 anos.

O crime teria acontecido no ultimo dia 14, mas os pais da criança somente tomaram ciência dos fatos após alguns dias e denunciaram a PM e conselho tutelar, de acordo com as informações, durante o churrasco os pais teriam se descuidado por alguns minutos e a criança teria ficado sozinha com o mesmo, e ele teria passado a mão nos seios e nas partes intimas da criança.

Os conselheiros tutelares tomaram ciência dos fatos e foram até o local onde compareceram, também a equipe da policia Militar que tomaram ciência dos fatos e realizaram o boletim de ocorrência, no dia seguinte os conselheiros foram até a Policia Civil para pegar o boletim mas o mesmo não constava na delegacia, eles então retornaram até a PM, na sequencia o comandante do destacamento   juntamente com a equipe da PM, se deslocaram novamente a residência da criança juntamente com os conselheiros.

No local conversaram com os pais da criança para juntar mais informações, após a conversa o Comandante do destacamento  pediu que todos se dirigissem ate o destacamento da PM, para ouvirem a criança para mais esclarecimento e tomarem as devidas providencias, durante o trajeto até o destacamento, o irmão do acusado perseguiu o carro do conselho tutelar e em dado momento em um cruzamento, jogou o carro contra os conselheiros, a conselheira desviou e conseguiu desviar e evitou a colisão, em seguida o mesmo ainda continuou a prossegui-los.

A equipe da PM que seguia logo atrás viu a ação e iniciou o acompanhamento tático e a cerca de duzentos metros do local conseguiu aborda-lo, o mesmo resistiu a abordagem, e deferiu ofensas aos Policiais, ele recebeu voz de prisão pelo crime de tentativa de obstrução do serviço do conselho Tutelar Art. 236. Impedir ou embaraçar a ação de autoridade judiciária, membro do Conselho Tutelar ou representante do Ministério Público no exercício de função prevista nesta Lei:
Pena – detenção de seis meses a dois anos Lei 8069 / 90, e desobediência, no momento em que o Comandante  pediu que ele descesse do carro ele se recusou e disse que ele não sabia com quem estava falando e que ele não era bandido, cabe salientar que o mesmo já teria ido na residência da vitima onde teria tentado evitar o trabalho dos conselheiros tutelares, tentando evitar que a família fizesse a denuncia contra o irmão que é tio dos pais da criança.

Diante dos fatos o mesmo foi encaminhado a Delegacia de Policia Civil onde foi entregue as autoridades competentes, a Policia Civil instaurou inquérito para apurar a denuncia de estupro de vulnerável, o acusado já foi preso pelo mesmo crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.