Vitima do acidente entre moto e carro na PR 431 tinha sido dada como morta reagiu e continua viva por aparelhos.

1

Flavia Queiroz de 42 anos, vitima do acidente ocorrido no trevo da PR 431 saída para cambará no ultimo dia 30, esta internada na UTI da Santa Casa de Jacarezinho,  havia sido dado o comunicado de sua morte nesta sexta 02, por um médico ao filho da vitima, mas na verdade o comunicado não é verdadeiro segundo parentes um médico havia comunicado a morte de Flavia mas ao removerem um cateter,  ela reagiu e ainda sobrevive.

Pedimos desculpas a toda família e a todos os que seguem nosso site e nossa pagina, pela postagem sobre o óbito, que só foi realizada após confirmação de parentes que também foram induzidos ao erro, e também depois de postagens de parentes na pagina pessoal de Flavia comunicando o óbito, que foi comunicado a família por um dos médicos, os familiares chegaram a ir com a funerária no hospital mas receberam a noticia que ele estava viva.

Reiteramos que só realizamos a postagem após confirmação de familiares e não tínhamos a intenção  de realizar a postagem de maneira caluniosa, Flavia permanece nos aparelhos e seu estado é muito grave.

Ainda não tivemos a informação sobre o nome do médico que teria comunicado a família sobre o óbito de Flavia.

 

 

1 COMENTÁRIO

  1. Este hospital de precisa na verdade de um acessor de comunicação da entidades, pois em julho de dois mil e quinze meu pai por nome de Antonio Pereira (hoje já falecido) foi internado na UTI desta mesma entidade e na época ele passou duas semanas por lá isso internado, onde foi muito bem atendido diga se de passagem pela equipe médica daquela época. Pois bem por duas vezes recebemos ligações em dias distintos que meu pai havia falecido, e quando fomo verificar as duas eram inverdade pois se tratava de Informações desencontradas. No dia 30/07/2015 meu pai realmente veio a falecer infelizmente, mas diante de tantos Desenganos e informações desencontradas, só cremos no acontecido depois de ir até Jacarezinho, verificar pois a época residiamos na cidade vizinha Cambará. OBs. Precisa de uma pessoa ou um departamento para averiguação das informações que circula nos corredores do hospital, pois é uma falha muito grave. Fazer a falsa comunicação de um óbito a algum familiar pessoas que talves sofram de algum problema cardíaco pode sim sofrer um mal subito e vir a óbito Devido a notícia. . Tabajara parabéns pelas matérias e pela idoneidade delas, não foi falha sua sei de seu compromisso para com a verdade. Foi falha de que atestou o óbito sem que ocorresse. Estimo melhoras a senhora que esta internada e que Deus conforte os familiares e amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.